Estudos mostram que consumo moderado de cerveja eleva o HDL

0

Estava eu passeando pelo Facebook quando dou de cara com essa notícia interessante para aqueles que amam cerveja.

De acordo com o Departamento de Nutrição da Universidade de Harvard, o consumo de 350 ml de cerveja por dia (uma humilde latinha diária) é capaz de promover o aumento da concentração de HDL (High Density Lipoproteins, Lipoproteínas de Alta Densidade, em português) ou, em termos leigos, o “colesterol bom” no sangue.

O HDL é responsável por manter e melhorar a proteção cardiovascular e os estudos indicaram que, após a ingestão diária (feita durante quatro semanas) de aproximadamente 30g de etanol (o equivalente a duas latas de cerveja de 350 ml), ocorreu um aumento significativo na concentração plasmática de HDL no corpo. Como o HDL é o responsável pelo transporte do excesso de colesterol das artérias de volta para o fígado (onde ele é novamente metabolizado, impedindo assim a formação de placas), ter índices elevados (igual ou maior que 60mg/dL) podem significar uma menor incidência de doenças cardiovasculares.

Quem também desenvolveu um estudo parecido foi a Universidade Autônoma de Barcelona, que analisou mais de quatro mil pessoas através de questionários e análises clínicas e, por lá, também ficou comprovada uma relação entre a proteção cardiovascular com o consumo moderado de bebidas como vinho e cerveja, decorrente de uma soma de efeitos positivos, sendo, segundo os autores, o aumento de HDL o mais importante deles.

Ou seja, DEEEESCE UMA CERVEEEEEEJA… mas com moderação, hein?

.

Fonte: A Tarde

Share.

About Author

Publicitário com raízes no jornalismo. Apaixonado por música, viciado em redes sociais e cerveja. Vive dividido entre 524541 projetos e, por isso, dorme só quando dá.